Incompetência ou Falta de Preparo?

Fim do Sequestro

Fim do Sequestro

A pergunta do Post, significa o seguinte, se o Grupo de operação da polícia GATE, é altamente especializado, conforme especialistas dizem, e se ainda de acordo com esses mesmos especialistas, a atitude de invadir o apartamento foi correta, fica a seguinte pergunta no ar. Se são bem treinados, então foram incompetentes no desfecho do sequestro, se lhes falta preparo, então tentaram resolver da melhor forma que podiam.

Em todo caso ainda persistem algumas dúvidas sobre a ação da polícia, aqui vão algumas delas.

Por que a polícia não tentou invadir durante a madrugada, quando o sequestrador estava dormindo? ou pelo menos se presumia que devia estar, afinal foram 100 horas de sequestro, junte-se a isso todo o stress, e cansaço, seria a melhor hora pra uma ação desse porte.

A polícia usou mesmo bala de borracha? Se usou, conforme afirma o promotor, então basta verificar a bala retirada da virilha da garota que foi gravemente ferida, e se for do calibre da arma do Lindenberg isso isenta a ação da polícia.

E por fim, como a policia permitiu que a Nayara entrasse de novo no apartamento? Mesmo que tenha sido exigência do sequestrador, ele não cumpriu nenhuma das promessas que fez anteriormente, para encerrar o sequestro, isso por si só já parece motivo, pra não ceder nesse ponto.

Agora só resta esperar pelo laudo e pelos depoimentos, para tentar esclarecer essas dúvidas. Em todo o caso, fica a impressão de que a polícia não sabe tomar decisões quando extremamente pressionada.

Comentário Pós-post

A polícia acaba de afirmar que a bala que atingiu as vítimas era do calibre 38, a mesma do sequestrador, a conferir

Anúncios
Explore posts in the same categories: Blog

Tags: , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

One Comment em “Incompetência ou Falta de Preparo?”


  1. Incompetência é da mídia televisa, já infelizmente a policia não tem o poder de afasta ou restringir a perímetro de atuação. Isso não quer dizer supressão, ou simplesmente censura a imprensa. O grande problema é que em casos como esse a ligação entre o seqüestrador e o negociador tem quer ser uma linha direta e sem interferências, mas quando o “quarto poder” em busca de audiência e exclusividade se interpõe é o prelúdio de uma desgraça. Fato 1 – o seqüestrador vira estrela e busca mais publicidade para o seu drama; Fato 2 – o seqüestrador passa a ter informações do que está acontecendo ao seu redor; Ou seja, todo um trabalho profissional da Policia é jogado fora. A imprensa tem o direto de relatar, mas em casos como esse tem o dever de aguardar o desenrolar do processo para informar e não ser parte do mesmo.
    Sérgio Holanda


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: