Arquivo para novembro 2008

MOMENTO HISTÓRICO: I HAVE A DREAM

11/05/2008

Não deixe de ver este Discurso do líder negro Martin Luther King, símbolo da luta pelos Direitos Civis nos EUA. Este discurso foi feito em um momento emblemático de grande perturbação civil nos Estados Unidos, com o movimento negro lutando por espaço na sociedade, e exigindo igualdade de condições e respeito aos seus direitos.

Um belo discurso que reflete muito bem o momento ainda que de forma simbólica.

Anúncios

BARACK OBAMA PRESIDENTE DOS EUA

11/05/2008

thankyou_banner1

São 01:39 de Quarta pelo horário de Brasília, e a projeção mais atual até o momento indicam 207 delegados, para Obama contra 135 para MacCain.

De acordo com projeções de boca de urna, Obama deve ultrapassar 300 votos no Colégio Eleitoral, e não haveria mais chances matemáticas de MacCain ganhar este eleição.

É um momento Histórico, não só para os EUA, mas também para o mundo. Afinal é a primeira vez que um negro ocupa o cargo mais importante do mundo.

O Segredo está na Virgínia

11/05/2008

Com 6% das urnas apuradas o Estado da Virginia, possui apenas 13 votos no colégio eleitoral, mas mesmo assim, é considerada, a chave deste eleição. Até o momento MacCain está com 57% contra 42% de Obama. Ainda está no início e não quer dizer que MacCain tenha vencido neste Estado, mas de acordo com o instituto Zogby, que acertou 90% dos resultados das eleições, quem ganha ali tem meio caminho andado para a Casa Branca.

Isso ocorre, porque segundo alguns analistas, a Virgínia funciona como um indicador importante de tendência de voto na eleição, já que os eleitores deste Estado, compõem uma  representação bastante similar da maior parte da sociedade americana.

Explicando melhor: Quando se faz uma pesquisa de intenção de voto, os entrevistadores, pegam uma amostragem, de várias faixas do eleitorado, como classe média, Pessoas ricas e pobres divididos por regiões e faixa etária. A partir deste resultado é que se chega ao resultado percentual divulgado, que normalmente se aproxima bastante do resultado real. Este é o princípio da pesquisa de intenção de voto.

E é por isso que a Virgínia é importante, por representar bem esses diferentes extratos da sociedade, que se refletem no resultado da eleição.

Não há nada Pior que o QUASE

11/02/2008

Ayrton Senna já dizia que o maior perdedor é o Segundo colocado. A vitória de Felipe Massa, teve um gosto ruim de uma quase vitória que é muuuuito pior, que quando você sabe que não tem nenhuma chance.

A derrota de Felipe deve ser creditada inteiramente a FERRARI que cometeu erros imperdoáveis, nesse ano, que permitiram a aproximação de Hamilton.

O piloto inglês claro é excelente e tem seus méritos, é um fenômeno, mas Felipe mostrou que é tão bom quanto ele, tem a força e disposição de um campeão e superou até mesmo seu companheiro de equipe, que já é Campeão Mundial, ou seja, enquanto Hamilton não tinha ninguém o ameaçando, Felipe lutou contra o companheiro e contra os erros da própria equipe. É mole?

Ayrton já dizia que a primeira coisa que você tem que fazer, é destruir mentalmente seu companheiro de equipe pra ganhar espaço e poder lutar pelo título sendo o primeiro da escuderia. Felipe seguiu a risca o conselho.

Valeu Felipe, você fez o seu melhor e já virou ídolo, agora é lutar pelo próximo campeonato, acho que é só uma questão de tempo….

Score do Colégio Eleitoral

11/02/2008

Resultado preliminar até agora:

311 Delegados para Obama

142 Dlegados para MacCain

95 Delegados sem voto definido

Mesmo que MacCain ganhe todos os delegados restantes, ele iria para 237, delegados, ou seja, Obama venceria. São necessários 270 votos do Colégio Eleitoral para ser Eleito Presidente

OBS: Pesquisa do instituto Zogby coloca MacCain a frente com 1% de vantagem, mas o mais importante, não é estar na frente e sim ganhar nos Estados com maior número de Delegados, conforme explico mas abaixo no Post sobre como funciona a eleição americana.

Eleição Histórica

11/02/2008

Pela primeira vez um homem negro, tem a chance de chegar ao cargo de Presidente dos Estados Unidos. Esta eleição é histórica porque mesmo com o racismo americano, o candidato parece ter suplantado essa dificuldade.

Em um país em que os negors eram proibidos de entrar em um restaurante e placas indicavam que a presença de deles não era permitida em um determinado local, não deixa de ser bastante positivo o provável resultado desta eleição.

Na década de 60 o Governador do estado do Albama, que se elegeu com uma plataforma de governo racista, tentou impedir a entrada de 2 irmãos negros em uma universidade estadual e o então secretário de Justiça Robert Kennedy, irmão de Jonh Kennedy, Presidente dos EUA, teve que chamar a Guarda Nacional para enfrentar o governador e garantir a matrícula dos estudantes. O governador George Wallace esperava na porta com toda a polícia ao redor. Os estudantes se matricularam contra a vontade do Governador e da maioria da população.

Para você ter uma idéia, os negros tinham que ceder o lugar no ônibus para um branco quando este subia, até que um dia, uma senhora negra se negou a ceder o lugar e declarou, que ninguém a tiraria dali, só pelo fato de ser negra. Isso gerou uma reação em cadeia, que provocou violentos protestos, por parte da comunidade negra, e uma violenta resposta da polícia, jogando o país em uma convulsão social, com piquetes e espancamentos de negros por todos os EUA.

A luta pelos direitos civis, ganham forte impulso a partir deste episódio, e pode agora culminar, com a  eleição da década.

OBAMANIA

11/01/2008
Change We Need

Barack Hussein Obama

Um dos motivos do sucesso desta campanha de Barack Obama, é a incrível capacidade do candidato de representar o sentimento de mudança. Mas que mudança é essa?

Engana-se quem pensa que se trata apenas de uma mudança de plataforma de governo, a mudança a que ele se propõe é muito maior que isso.

A primeira mudança significativa é na auto-estima do povo americano, que hoje se encontra abatido e desconfiado com relação ao seu futuro. Mais de 40% dos eleitores acreditam que a economia vai piorar e que o desemprego vai crescer.

O americano hoje é visto com muita desconfiança e já foi apontado por uma pesquisa mundial, como o povo menos confiável do mundo, talvez esse seja o principal desafio de Obama.

Com seu sorriso fácil, elegância, tom professoral, aura de estadista, Obama criou um clima chamado de OBAMANIA.

Barack Obama tem operado um milagres quando o assunto é incentivar o eleitor a despertar de uma letargia que é considerada padrão em termos de votação e interesse quando o assunto é política. Claro que com a crise econômica, as pessoas prestam mais atenção na escolha do Presidente. Mas para você ter um idéia a última eleição americana registrou 40% de abstenção! esse índice não deve se repertir esse ano.

Seus comícios atraem milhares de pessoas, 100, 200 mil expectadores, que aguardam horas a fio na fila sem reclamar. Seus gestos cosmopolistas e discurso de união nacional, remotam a uma época em que o país estava dividido pelo ódio racial e problemas sociais, na época de Robert Kennedy, quando este concorreu a presidência e era franco favorito até ser assassinado inesperadamente.

Naquela época seus belos discursos falando em unidade, reforçando a idéia de que não importava a sua cor, todos eram irmãos e tinham a mesma responsabilidade de construir um país. E foi exatamente esse discurso  que empolgou os americanos e os fizeram vê-lo como um possível estadista.

E é exatamente isso que Obama está fazendo, despertando nas pessoas o sentimento de que ele é um estadista antes mesmo de ser eleito e vendendo a mercadoria mais preciosa que está em falta no momento, ESPERANÇA, e é isso que move as pessoas e as fazem acreditar num sonho de mudança.

O único problema é criar nas pessoas o sentimento de que tudo será resolvido num passe de mágica, essa é a grande armadilha que pode comprometer o seu provável governo.