KGB tentou matar seu ex-Presidente

A revelação foi feita por ex- agentes ao Canal Discovery em um programa sobre o uso de armas não convencionais pelo Serviço Secreto Russo.

De acordo com esses agentes, Boris Yeltsin era o Presidente na época, ele havia assumido o Governo da Rússia depois de Mikhail Gorbachev. Devido ao descontentamento que estava gerando no alto comando Russo, foi desenvolvido um aparelho chamado de Psicotrômetro, que emitia ondas de rádio, capaz de gerar infarte.

O aparelho é pequeno e se assemelha a uma pequena caixa e, segundo esses agentes, foi deixado próximo ao ex-presidente, durante algum tempo.

Ninguém sabe se a afirmação é verdadeira, mas de acordo com o Serviço Secreto Americano, Yeltsin sofreu um ataque cardíaco exatamente na mesma época em que seus informantes enviaram um relatório sobre o tal aparelho.

Ainda de acordo com esses agentes, até hoje o serviço secreto se utiliza de armas não convencionais, para cometer assassinatos contra líderes políticos inimigos do Governo. Na época Wlademir Putin, hoje Primeiro Ministro era o chefe da KGB.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Acredite se Quiser

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: