Desemprego nos EUA e no Brasil

Veja como cada vez é mais importante a qualificação profissional, nos EUA, dados do Governo revelam que o desemprego chega a 30% entre pessoas com média escolaridade, enquanto que entre pessoas de nível superior, a crise atinge apenas 3,27%.

Lá a capacidade de reação, é muito maior, claro, mas ainda não se sabe quanto tempo levaá para reerguer a economia.

Aqui no Brasil dados ainda não divulgados do governo, apontam que até agora a crise já ceifou 300 mil empregos. A indústria registrou queda de 13% na produção em Dezembro.

O problema é que boa parte destes empregos foram perdidos na indústria de automóveis, justamente o setor que até agora recebeu ajuda maciça do governo, com redução de IPI, ajuda de bancos estatais e ainda tiveram um ano recorde em termos de venda, mesmo com a crise.

a maior parte das demissões ocorrreram na GM. O governo agora fala no óbvio, criar um contrato que obrigue empresas que recebem dinhero do governo a manter o nível de emprego. Afinal é o nosso dinheiro que está sendo oferecido a juros mais baixos, tem que haver no mínimo esta contr partida.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Blog

Tags: , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

2 Comentários em “Desemprego nos EUA e no Brasil”

  1. Carlos Brandao Jr Says:

    Meu caro

    O que está acontecendo é que estamos passando um momento duplo na economia internacional. Em primeiro lugar, o sistema capitalista como o conhecemos está passando por um momento de ajuste, i.e., o mesmo está se adequando aos novos agentes econômicos que estão surgindo, ou seja, a entrada mais concreta das economias ditas emergentes. Em seguida estamos vendo o início da queda do grande império norte americano, que está mostrando sinais que não é tão invencível assim, e o que é pior, está morrendo de dentro para fora, já que os seus agentes econômicos causaram a crise e cada ano que passa o déficit público está aumentando tentando sustentar atividades econômicas que perderam suas competitividades para o mercado emergente (um exemplo é a China). Esses dois episódios agregado pelo fim de um cíclo virtuoso de crescimento mundial só pode resultar na situação atual em que vivemos. Vale ressaltar que o Brasil está surpreendendo pela solidez (fictícia ou não) dos seus fundamentos econômicos, porém, lembrem-se que o maior problema nacional é a maldita lei de gerson, pois é através dela que se gera a corrupção pública e privada e aprofunda ainda mais a indiferença que o povo brasileiro sente em relação ao seu país.

  2. henriquedelgado Says:

    Concordo que o capitalismo está mudando, mas você acha mesmo que os EUA, estão em declínio? Eu acho que é só uma fase. Os americanos já enfrentaram crise semelhante em 29, e sairam dela 30 anos depois.

    Acho que ainda é cedo pra decretar o fim da hegemonia americana.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: