O causo do anel roubado

Essa é mais uma história do contador de causo Ronaldo Nóbrega e pra variar ocorreu na quase mitológica cidade de Itapetim.

A esposa do prefeito foi assaltada, e o ladrão teve a audácia de levar-lhe o anel de casamento. O prefeito revoltado manda chamar o delegado.

Prefeito: É o seguinte, eu quero que você persiga esse miserável até o inferno e ache o desgramade acheee de todo jeito.

O delegado sai em disparada, procura, procura e nada até que acha um pobre bêbado dormindo num banco de praça, interior sempre tem bebum dormindo na praça, e manda levá-lo até a delegacia.

Lá o delegado, afunda a cabeça do bêbado em um tonel de água, como se fosse afogar o pobre diabo, perguntando:

Onde está o anel desgraçado, ondeeee? e o bebo nada de responder, e o delegado afogando o coitado no tonel. Onde está o anel, onde, conte onde está desgramado, onde peste?

Uma, duas, três, vezes e nada até que na décima vez perguntando a mesma coisa e bebo reage

Ora merda não tem nenhuma bosta de anel aqui dentro desse tonel, tem certeza que botaram aqui?

Anúncios
Explore posts in the same categories: Causos

Tags:

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

2 Comentários em “O causo do anel roubado”


  1. Acho que Itapetim é igual a Ilha de Lost, coisas inimagináveis acontecem lá.
    E depois dizem que o pobre do Henrique é que inventa histórias.

  2. Thyago Mendes Says:

    kkkkkkkkk, tinha que ser em Itapetim.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: